Vendas Online no Último Trimestre do Ano – Como se planejar?

A grande contribuição do último trimestre do ano nas vendas do varejo, para a grande maioria dos segmentos, não é novidade. Isso acontece por conta, principalmente, de dois fatores: datas comerciais fortes e estabelecidas (Black Friday e Natal) e uma perspectiva de rendimentos maior por parte dos consumidores (Primeira parcela do 13º salário, Concentração de Adicional de Férias neste período, Adicional por Tempo de Serviço, dentre outros rendimentos).

Pode parecer precipitado falar disso já em setembro, mas as empresas de maior sucesso nas vendas online conhecem bem a importância do planejamento em vários níveis e da estrutura necessária para estar preparado para este momento de boom nas vendas.  Sabendo disso, nós, da Snapcomm, preparamos este post para nossos clientes e leitores com pontos de atenção e dicas simples com o objetivo ajudá-los a maximizar o faturamento e colocarem suas marcas em posição de destaque nessa época do ano:

1) Warm-up de vendas

Nesta época do ano, as pessoas já estão com a intenção de consumo mais aguçada e começando gradualmente a elevar seu ritmo de compras, atingindo o ápice no período que se estende da segunda quinzena de novembro até o Natal. Use sua imaginação e comunicação para já começar a oferecer bons negócios, antecipar este período (Black November, por exemplo) e “esquentar” suas promoções que estarão por vir junto à audiência conquistada.

2) Site

Se você estiver postergando aquelas melhorias e testes em seu site sobre melhorar experiência dos usuários, checagem dos meios de pagamento, facilidade de navegação entre as páginas, categorização de produtos, etc, essa é uma boa hora para tomar ações. Escolha aquelas melhorias que dependem mais de um esforço próprio ou que fazem mais sentido investir em ajuda profissional neste momento de sua empresa e reduza as chances de perder vendas por questões triviais, como um gateway de pagamento com falhas ou um produto que está anunciado, mas sem estoque, por falha na integração com seu ERP, por exemplo.

3) Logística

Mesmo lojas menores não deveriam subestimar a quantidade de pedidos que podem receber nesta época do ano. Avalie com cuidado as pessoas que tem ao seu lado que podem oferecer um suporte de contingência com rotinas básicas, como embalar, emitir NF e postar a mercadoria, durante os picos de vendas que podem acontecer neste período. 

Ainda sobre postagem dos produtos, avalie o custo de parceiros alternativos ao tradicional correio que podem fazer as entregas em locais mais próximos. Isso pode significar boa percepção de valor por parte dos clientes em termos de prazo de entrega (Loggi, por exemplo) ou sustentabilidade (Eco Bike Courier, por exemplo).

A questão do Estoque poderia estar aqui, mas entrará num tópico mais abaixo.

4) Range de produtos

Você vai colher melhores resultados se escolher alguns produtos com maior margem para oferecer um desconto mais significativo em relação à concorrência do que teria se colocasse um desconto geral para todos os seus produtos à venda no site. Isto também vai ajudar muito no planejamento de esforços de marketing que serão realizados no período. Faça contas para que a oferta de valor aos seus clientes se encontre com os interesses financeiros do seu negócio e todos saiam ganhando!

 

5) Planejamento de Marketing

Este, talvez, seja o ponto mais importante e mereceria um post dedicado. Cada empresa deve se basear naquilo que tem de recursos/expertise para executar este planejamento e pensar nisso com antecedência é uma boa forma de definir o que será e o que não será feito. Não se esqueça que TODAS (ou quase todas) as lojas online estarão em uma guerra de mídias pagas e preços neste período. Portanto, pensar em alternativas para reduzir um pouco seus custos ou dependência disso pode ser uma boa ideia. Para ajudar com alguns insights, vamos deixar uma séria de pontos de reflexão para serem considerados abaixo:

Poder de alcance através dos seguidores atuais nas suas redes sociais:

Este ponto pode ser bem trabalhado oferecendo descontos para os primeiros compradores, descontos maiores para quem compartilhar suas promoções nas plataformas (Facebook, Instagram, etc), sorteios entre pessoas que marcarem outras pessoas no post de sua promoção, dentre muitas outras ações atraentes que podem ser realizadas. Importante das asas à imaginação e definir o que será feito, quando será feito e como será feito.

Gift Cards:

Gift Cards são uma excelente maneira de antecipar o crédito de suas vendas futuras e garantir uma previsibilidade maior de suas saídas. Façam com que as pessoas possam presentear umas às outras com cartões-presente de sua loja. Frequentemente, estas pessoas comprarão mais do que o valor garantido pelo cartão-presente.

Base de Clientes Existente:

Este é um bom momento para recompensar a lealdade já oferecida por seus clientes. Através de email marketing e outros canais de comunicação, trabalhe a base de clientes já existente de sua loja online oferecendo boas condições de compra e aproveitando para estender estas condições a amigos, familiares e conhecidos que possam se interessar por suas promoções também.

Frete Grátis:

O uso do frete grátis para compras acima de determinado valor pode aumentar seu ticket médio, compensando o ônus do valor do frete e trazendo escala de vendas para aqueles produtos que você selecionou para suas promoções.

Relacionamento com novos clientes:

Aproveite este período para coletar informações de seus novos clientes que vierem por conta das oportunidades promocionais, aumentar sua base e já deixá-los com um cupom de desconto para uma próxima compra. Alguns parâmetros podem ser colocados, como validade deste cupom, por exemplo.

Mídias Pagas:

De forma nenhuma, as mídias pagas devem ser desconsideradas. As sugestões acima são formas de extrair o máximo de valor de canais já utilizados por sua empresa e criar ações que não envolvam pagamento de mídia. Entretanto, seu histórico de taxas de conversão e sua estratégia de mídias pagas devem ser levados em consideração e mantidas para obter o máximo ROI neste período.

 

6) Estoque e Conteúdo Digital Visual

Esta época do ano envolve muita demanda e, portanto, prazos estendidos (e/ou preços mais elevados) para toda a cadeia de produção e serviços. Vale a pena levar em conta seus planejamentos citados acima para:

  • Produzir com antecedência aquilo que você planeja vender, de acordo com o cenário de previsão de vendas escolhido. Obviamente, isto envolve um impacto financeiro de antecipação de custos que deve ser levado em conta e negociado com seu(s) fornecedor(es).

  • De acordo com o Planejamento de Marketing traçado, antecipar-se em produzir imagens de qualidade para seu ecommerce, com objetivo de aumentar a conversão, e conteúdos/imagens/vídeos para promover suas ações nas mídias digitais e obter o maior engajamento possível.

 

Com a questão da produção de imagens e vídeos citada acima, a Snapcomm pode ajudar e está à disposição para um bate-papo, mesmo que seja apenas consultivo, aos leitores deste post. Fiquem à vontade para entrar em contato conosco e ajudaremos com tudo que estiver ao nosso alcance.

Esperamos que os pontos colocados acima tenham trazido algumas boas ideias e que possam contribuir para que tudo esteja pronto no momento em que as vendas aumentarem!

Bom planejamento e bons negócios!

Equipe Snapcomm


Gostou do post? Deixe um comentário e compartilhe com outras pessoas que possam se interessar! ;-)